Return to site

Orquestra Geração lança CD

A Orquestra Jovem Municipal Geração Lisboa lançou um CD, numa cerimónia que decorreu nos Paços do Concelho em 26 de maio e contou com a presença do vereador Ricardo Robles, responsável pelo pelouro da educação da autarquia.

“Este é um projeto de excelência”, afirmou Ricardo Robles, “a Câmara de Lisboa está a valorizar e investir na educação, e esse investimento é mais do que atribuir manuais escolares aos alunos ou fazer cozinhas novas nas escolas, projetos como este também são importantes e através deste, muitos jovens descobrem a sua vocação, contribuindo também para combater a exclusão social e obter sucesso escolar.

A Sala do Arquivo foi pequena para acolher o concerto dos jovens artistas, dirigidos pelo maestro Jorge Camacho que deliciaram os presentes com um repertório que incluiu, entre outros, a abertura da Ópera Guilherme Tell, de Gioachino Rossin, a estreia de um dos andamentos da Sweet Lisboa, de Carlos Garcia, também presente, e ainda a participação especial da fadista Mel que interpretou Lisboa Menina e Moça (arr. de Carlos Garcia ) e Esta Lisboa que eu Amo.

A Gravação de um CD, pelos alunos que integram a OJMGL, resultou da constatação da qualidade técnica já atingida pelos mesmos, culminando numa valorização do trabalho e empenho de todos os envolvidos no processo que conduziu ao resultado alcançado. Esse trabalho contou com a participação especial de artistas profissionais, entre eles os fadistas Ricardo Ribeiro e Joana Amendoeira.
A OJMGL foi criada em 2015, e apresentou-se pela primeira vez, em concerto, no Palácio da Ajuda, em fevereiro de 2016. Atualmente conta com cerca de 50 jovens músicos dos Agrupamentos de Escolas de Benfica, Francisco Arruda, Gil Vicente e Olaias, dirigidos pelo Maestro Jorge Camacho.
Durante estes anos, o trabalho da Orquestra tem evoluído. Foi criado um repertório mais apelativo para o público português e para as comunidades étnicas de origem dos alunos das nossas escolas. Foram concebidas peças originais e arranjo/orquestração de peças da música tradicional portuguesa, designadamente de fado, para integrarem o repertório da OJMGL.
Constata-se que o Programa OG tem contribuído, ao longo dos anos, para alargar horizontes vivenciais, culturais, sociais e relacionais, que permitiram criar laços entre alunos, professores, auxiliares de Orquestra, direções de escolas e famílias que acompanham e se têm vindo a envolver no projeto.
No fim do concerto, o vereador Ricardo Robles entregou os CD´s aos alunos e professores da Orquestra.

(Notícia retirada do site da Câmara Municipal de Lisboa)

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly